30 janeiro 2009

Pandora

"There is hope, but not for us."

Franz Kafka: A Biography, Franz Kafka (dito para e escrito por Max Brod).

.
.
.

"The Messiah will come only when he is no longer necessary; he will come only on the day after his arrival; he will come, not on the last day, but at the very last."

Parables and Paradoxes, Franz Kafka.

.
.
.

"From a certain point onward there is no longer any turning back. That is the point that must be reached."

Aphorisms, Franz Kafka.

.
.
.

O grande problema da esperança e da salvação é que na totalidade das vezes em que se apresentam são coisas completamente diferentes; da mesma maneira que normalmente são as pequenas coisas que nos pegam desprevinidos, são justamente as coisas que não esperamos que aconteçam que mudam o curso de um desastre: uma pessoa com quem nunca pudemos contar, uma idéia absurda, um pedestre no lugar certo, uma ligação, uma música, um semáforo, uma lembrança.

Me interesso justamente pelo dia seguinte a tudo isso, pela inevitável presteza com que a realidade desmonta nossas coleções de esperanças de futuro após o desespero ou a felicidade, pois é apenas o ponto-sem-retorno que nos obriga às maiores ações e aos piores fracassos, mas em cuja altura o band-aid já saiu e é muito tarde para esperar.

Que haja esperança, mas que não seja uma profissão.

A minha é um hobby.

2 comentários:

Nightseeker disse...

A minha é por amor, não faço porque sou obrigado como uma profissão, nem faço porque me agrada somente, como um hobby. Faço com o coração, porque é uma certeza mais certa do que um amor de irmãos.

Agora, uma pergunta... Como se faz pra esquecer de algo que não se quer esquecer? A coisa que mais quero é não lembrar, mas ao mesmo tempo é a coisa que me da alegria de pensar...
É a esperança de esquecer. Que pra mim, agora, como nunca foi antes, é muito mais complicada do que a esperança do amanha, que pra mim agora, como nunca foi antes, é extremamente simples...
Talvez eu precisa crescer um pouco mais.

Objeto disse...

Putz merda hein... o pior post que poderia ler hj...ou nos últimos dias... é, a esperança p/ mim não é sequer um hobby, então adorei a primeira frase...ela deve existir,mas como deus, não p/ nós...
Um abraço